Escalar

Escalar

Descrição

Este peixe de aquário vem de onde muitos peixes tropicais vêm: América do Sul. Pode ser encontrado às margens de rios e pequenos lagos, pelo que é daí que são recolhidos no seu estado mais selvagem.

A verdade é que esta é uma das espécies mais populares para quem tem peixes de aquário, pois não só é fácil de cuidar como inclusive facilmente reproduzem. Para quem gosta de aumentar o número de habitantes no seu aquário começando com apenas meia dúzia de peixes no aquário, normalmente o Escalar é uma das espécies escolhidas.

O seu fácil cuidado também permite que seja adoptado por quem é novo na aquariofilia.

Por norma é um peixe bastante calmo que gosta de estar presente no seu cardume. No entanto não mistures adultos com novos, pois os adultos poderão acabar por comê-los.

A verdade é que apesar dos vários padrões disponíveis, nenhum deles se destaca por dispor de cores vivas. Podemos encontrar variedades de Escalares prateadas, douradas, em zebra, entre outras. Mas nada comparado com os padrões coloridos que os peixes tropicais costumam ter.

Aquário

Na compra do Escalar deve-se ter em atenção o seu tamanho, e não nos referimos ao que tem durante a compra, mas sim bem depois quando já for adulto, já que crescem um pouco.

Para suportar os Escalares, este deve ter pelo menos 100 litros, e sendo uma espécie que prefere os cardumes, necessitas de pelo menos 2 exemplares no aquário (no mínimo, e se forem só dois, deve ser de sexo diferente).

O nível de pH da água deve ser algo entre os 6 e os 7, e a dureza entre os 3 e os 10 dH. Em relação à temperatura é um peixe bastante regular, pelo que entre os 22 e os 28ºC basta na perfeição.

No entanto tem algum cuidado em relação à água do aquário, pois este é um peixe sensível à sujidade e o seu corpo será afectado se não houver uma higiene regular do aquário.

Dieta

A dieta do Escalar é bastante simples. Uma dieta à base de ração para peixes é o quanto basta, mas podemos também administrar alimentos vivos, insectos, larvas, etc. De resto, é completamente comum à grande parte das espécies de peixes de aquário, pelo que é bastante fácil fornecer uma boa alimentação.

Reprodução

Esta é das características que atrai mais (ou pelo contrário, faz evitar) os que têm aquários em casa. Tirando o facto de serem monógamos (a fêmea não escolhe mais do que um macho durante toda a sua vida), a reprodução dos Escalares é bastante fácil.

Entre meio ano a ano completo, o Escalar pode começar a reproduzir, e após 3 anos de existência isso termina e normalmente deixa de reproduzir.

Os ovos são colocados numa zona à escolha da fêmea no aquário, pelo que normalmente preferem as plantas e os materiais de pvc que servem exactamente para esse efeito. Os 100 ou mais ovos que a fêmea coloca são fertilizados pelo macho. A quantidade depende directamente da saúde da fêmea, sendo que fêmeas mais débeis tendem a colocar menos ovos.

Ao contrário do que acontece com muitas espécies, o casal por inteiro protege os ovos e as suas crias, mesmo depois de nascerem. Quando nascem, os ovos são o primeiro alimento das crias, e uma semana depois já nadam à vontade.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Peixes:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook