Limpeza de aquários de água doce

Limpeza de aquários de água doce

A higiene dos aquários é algo bastante importante para deixar os peixes a ver felizes como também de forma saudável. Algo que queremos desde já desmistificar é o facto de muitos acharem que os aquários são difíceis de limpar, o que é completamente falso.

É verdade que poderão ser várias tarefas, mas são várias pequenas tarefas, e que após serem executadas 2 ou 3 vezes nunca mais nos esqueceremos do que devemos fazer para cuidar higienicamente dos nossos aquários.

Na continuação vamos mostrar como deve ser feita a higiene dos aquários de água doce.

Limpeza das laterais com esponja

Podemos começar por limpar as laterais do aquário, e quando falamos disso referimo-nos por dentro do mesmo. Esta acção é importante não só para deixar o aquário mais brilhante como também para remover a grande maioria dos resíduos.

Pode-se usar uma esponja de algas, até porque não devemos de forma alguma passar químicos como detergentes para dentro do aquário. Para remover partes de sujidade mais entranhadas, pode-se usar lâminas de plástico por exemplo.

Troca de água

Um dos erros mais comuns entre os amadores é trocarem a água na totalidade. Isto acontece principalmente com quem aquários pequenos, mas é um erro. Apenas deve-se remover entre 10 a 20% da água por semana. Em caso de ter peixes doentes, então deve-se remover um pouco mais, até aos 50%.

O sifão e o seu efeito aspirador são excelentes para a limpeza do aquário, e a remoção da água é uma das suas possibilidades. Depois disso pode-se adicionar água fresca. Nunca colocar água da torneira devido aos químicos que a constituem. A água engarrafada por norma é óptima para aquários. Depois com um termómetro podemos analisar a temperatura do aquário em si.

Limpeza das decorações

Depois da água e do vidro, em relação à parte interior só resta mesmo as decorações, pois nunca daremos uma esfregadela aos nossos peixes. O cascalho, areias ou pedras que dispomos no fundo podem ser completamente limpas através do sifão. Este aspira todas as sujidades alojadas sem aspirar o solo nem peixes.

Por vezes as nossas algas começam a crescer demasiado e a cobrir tudo o que são superfícies, pelo que estas devem ser esfregadas para serem removidas. Isto pode ser feito novamente com uma escova de algas ou mesmo uma escova de dentes simples que nunca tenha sido usada para lavar os dentes, claro.

Se não se conseguir fazer dentro do próprio aquário, o ideal é mesmo removê-las, deixá-las secar durante alguns minutos e esfregá-las.

Limpeza do exterior

Quando nos referimos ao exterior, referimo-nos mesmo a tudo, desde do vidro à tampa, aparelhos externos, etc. A limpeza desta secção já pode ser feita com algum produto de limpeza adicional, no entanto sempre próprio para a limpeza de aquários.

Troca do filtro

Listamos este por último já que deve ser o menos frequente. O filtro ajuda a manter a água o mais limpo possível, no entanto acaba por perder a sua funcionalidade com o passar do tempo. Por isso é que é importante para além da sua limpeza, a sua troca.

Semanalmente devemos limpar o filtro, mas isso não invalida que mensalmente devemos colocar um novo filtro. Mesmo com a limpeza, ele perde a sua qualidade

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Peixes:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook