Limpeza de aquários de água salgada

Limpeza de aquários de água salgada

Apesar de ter um aquário de água salgada não é algo tão comum como ter um de água doce, eles existem em grande escala e deve-se ter vários cuidados higiénicos com estes. E o simples facto de serem de água salgada dispõe de uma serie de características que os tornam distintos, até na sua limpeza.

Enquanto há certas tarefas que são mais fáceis, outras nem tanto, como é o caso da própria adição de alga salgada, já que esta não vem engarrafada de lado nenhum. Mas na continuação vamos mostrar-te o que deves fazer para cuidar de um aquário de água salgada na perfeição.

Remoção das algas

Através de uma lâmina de plástico ou mesmo com uma lâmina de barbear caso necessário, podemos remover todas as algas ou excesso de algas indesejadas. Quaisquer restos de algas que fiquem a boiar na água podem ser facilmente aspirados ou apanhados com uma rede própria de aquários.

Troca da água

A remoção é algo bem menos trabalhosa do que a adição de água nova. No caso da água salgada, de 2 em 2 semanas devemos remover 10% dessa água (nunca mais que isso). Através do sifão, a remoção será relativamente rápida.

A dificuldade está mesmo na adição da água salgada. Para isso, deve ser criada uma solução que contenha os 2 elementos: a água e o sal. A própria água antes de ser adicionada deve estar na temperatura, salinidade e pH ideal, de outra forma não poderemos adicionar esta ao aquário.

Para simplificar este processo as instruções para criar tal solução são as seguintes:

  • Adquire água destilada / osmose reversa;
  • Coloca num balde limpo (de preferência nunca utilizado a não ser para criar esta solução);
  • Aquece a água com um aquecedor específico para estas situações;
  • Aplica a mistura de sal adquirido na loja de acordo com as instruções da mistura (por norma meio copo por cada 2 litros);
  • Deixa repousar de um dia para o outro;
  • Verifica no dia seguinte a salinidade (o ideal é entre os 1.021 e os 1.025);
  • Verifica também a temperatura (o ideal é entre os 23 e os 28ºC).

Caso então a água esteja dentro dos parâmetros, podes adicionar esta ao aquário. Como vemos, é bem mais difícil do que trocar a água de um aquário de água doce, mesmo sendo em menor quantidade.

Limpeza da decoração

A limpeza de toda a decoração do aquário é também importante. O solo pode ser facilmente limpo / aspirado através do sifão, que permitir encontrar e remover todo o tipo de resíduos alojados entre a areia / pedrinhas. Em caso de dispor de peixes muito pequenos, há redes que permitem bloquear esses peixes de serem absorvidos pelo sifão.

Para a limpeza de outros elementos decorativos, o mais fácil será removê-los do aquário e esfrega-los com uma esponja de algas ou de dentes. Também podem ser mergulhados numa solução de água sanitária (10%) durante 15 minutos, despejar em cima deles água a ferver e deixá-los secar para depois voltar a colocá-los no aquário.

Limpeza da tampa do aquário

A limpeza deste elemento, apesar de ser algo completamente banal nos aquários de água doce, nos de água salgada merece algum destaque. Com a condensação da água a tampa do aquário começa a ganhar algo chamado de crostas de sal, que são camadas de sal em forma de resíduos deixados pela vaporização da água.

Através de uma esponja de algas facilmente removemos estas crostas, no entanto é importante repor a água a menos, caso seja uma quantidade considerável.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Peixes:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook