Peixe-dourado

Peixe-dourado

Descrição

O peixe-dourado é certamente dos peixes mais populares para se ter de aquário. Podendo chegar até aos 20 cm, a sua cor característica é o vermelho-alaranjado, o que lhe dá este nome que conhecemos bem.

As origens deste peixe também são bem conhecidas. Veio das carpas e surgiu na China à um milénio atrás. Mesmo nessa altura só a realeza é que podia possuir tal peixe. Invés de aquários, tinham vasos cerâmicos e potes de vidro onde os mantinham.

O seu nome em inglês é Goldfish, e é actualmente o peixe mais popular e mais vendido no mundo inteiro. Sendo peixes que preferem a água fria, os lagos são bons habitats para eles também, desde que obedeçam a vários parâmetros.

Existem uma serie de variedades de peixes-dourados que foram surgindo ao longo dos tempos. No total podemos contar com 125 variedades com as suas características específicas.

Aquário

Para um peixe-dourado viver dentro de um aquário é necessário obedecer a algumas características. A decoração deve ser feita com areia grossa e pedras arredondadas que não disponham de arestas que possam-nos ferir.

Se quiseres mais de dois peixes, o aquário deve permitir mais de 100 litros. Para além disso devido a serem peixes que não nadam rápido, o recomendado é possuir um aquário mais largo do que alto.

A oxigenação da água pode ser feita através de plantas ou através de bomba de ar. Um filtro é também bastante importante para manter a qualidade de vida dos peixes-dourados.

Em relação à temperatura, algo entre os 15ºC e os 20ºC é o adequado. Mais ou menos que isso eles poderão ficar doentes e até mesmo morrer.

Dieta

Sendo que os peixes-dourados são uma espécie frágil, há vários cuidados que se deve ter e a dieta destes é um dos cuidados mais importantes. Uma alimentação rica na maioria dos nutrientes é o mais correcto.

Sejam flocos ou granulados, eles comem qualquer coisa. O importante é que seja adequado para eles. Como são uma espécie omnívora, há outras coisas que podemos dar de comer, entre elas:

  • Pepinos
  • Brócolos
  • Larvas de mosquito
  • Caramão
  • Couve-flor
  • Caranguejo
  • Moscas de fruta

Tem em atenção no entanto que depois deles se habituarem a comer este tipo de alimentos, se interromperes de repente eles terão tendência em comer as plantas que estiverem presentes no aquário.

Reprodução

Após os 8 meses de idade os peixes dourados estão prontos para acasalar. Chegando a primavera, esta é a altura ideal para a se reproduzirem.

Para se diferenciar o macho de uma fêmea, basta tomar um pouco de atenção aos pormenores. Enquanto o macho podemos ver umas bolinhas brancas em certas zonas do seu corpo, no caso das fêmeas a principal diferença é terem mais barriga. Um peixe-dourado elegante será quase sempre um macho.

Cuidados a ter

Há certos cuidados que se devem ter na altura de adquirir um peixe-dourado, principalmente no que toca ao aquário. Devemos permitir que o aquário crie bactérias nitrificantes antes de tudo, independentemente do aquário que seja, já que estas bactérias permitem eliminar quaisquer elementos tóxicos.

Lembra-te também que um aquário com muitos peixes é o mesmo que um aquário pequeno, com todas as suas consequências (limpeza, tempo dispensado, etc.). O contrário também se aplica, ou seja, um aquário grande apesar de não parecer será mais fácil de fazer a sua manutenção.

Uma vez por semana deve ser mudada até 1/5 da água do aquário. Não se deve remover na totalidade pois uma água completamente pura não é boa para os peixes. Para além disso, devemos colocar uma colher de chá de sal marinho sempre que mudamos a água, mais concretamente por cada 5 litros de água nova.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Peixes:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook